-- De onde vens e para onde vais ?
-- Venho de Deus na escuridão e para Deus vou na Luz.

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Prática do Yoga Tibetano do Sonho



 Prática do Yoga Tibetano do Sonho

A Prática de yoga tibetana sonho é composta por três partes:

- Prática à noite, que prepara o terreno para o sonho lúcido e espiritual.
- Práticas ao acordar de manhã que nos ajudam a lembrar de nossos sonhos e confirmam nossa determinação de lembrar mais deles.
- Prática de dia, projetada para nos ajudar a reconhecer a natureza onírica de toda a existência e, assim, preparar-nos para experimentar nossos sonhos tão vividamente como fazemos nossas atividades acordados.

Pratica da luz natural à noite para desenvolver a clareza interior da mente da Clara Luz-a mente primordial não afetada pela ilusão.

Ao se deitar deve decidir com firme intenção fazer progresso no caminho da plena consciência e lucidez no sono e nos sonhos.

Dizer a seguinte frase três vezes para lembrá-lo de fortalecer sua determinação para despertar dentro do sonho, em benefício do despertar final de todos os seres: "Possa eu despertar dentro deste sonho e compreender que estou a sonhar, assim como todos os seres da mesma forma possam despertar do pesadelo do sofrimento ilusório e confusão". 

Você pode inciar esta prática com uma preparação prévia : 
As 9 respirações purificadoras

Exercicios das 9 Respirações Purificadoras

Uma mente purificada é particularmente importante para você embarcar no caminho do yoga do sonho.

Comece por se  sentar de pernas cruzadas , sua coluna vertical na posição de meditação habitual em linha reta mas não rígida, queixo dobrado para endireitar seu pescoço.

Agora, visualize os três principais canais de energia (2 laterais e 1 central) dentro de seu corpo, concentre-se imaginando os canais claramente. Primeiro visualize o canal central que atravessa o centro do seu corpo, do nível do seu coração para a coroa de sua cabeça. É de um azul claro na cor. 

Quando você conseguir visualizar o canal central claramente em sua mente, fique atento aos canais laterais que  são mais estreitos do que o canal central, o canal esquerdo de cor vermelha e o do lado direito de cor branca. 

Estes 2 canais curvam-se para se juntar com o canal central na base do seu corpo, umas quatro polegadas abaixo do umbigo. 
Seguem paralelos ao canal central em ambos os lados, curvam-se sobre o crânio e para baixo por trás dos olhos para formar um circuito completo. 
Têm aberturas nas narinas, indicando a estreita relação entre a respiração e as energias do corpo sutil.



Para começar o exercício, siga esta sequência:

1. Levante o indicador direito e tape a narina direita. Inspire luz verde através de sua narina esquerda. 
Enquanto retem o ar inspirado pela narina esquerda, mude de mão e tape a narina esquerda com o indicador esquerdo e expire completamente através da narina direita. 
Enquanto você expira, imagine-se a expulsar todas as impurezas activas do canal lateral direito.   
Ao fazê-lo, você deve visualizar que o ar exalado se torna azul claro. Isto representa uma purificação. 
Repita o processo até que você tenha completos 3 rondas de inalação e exalação.

2. Levante agora o indicador esquerdo e tape a narina esquerda. 
Inspire luz verde através de sua narina direita. 
Enquanto retem o ar inspirado pela narina direita, mude de mão e tape a narina direita com o indicador direito e expire completamente através da narina esquerda. 
Enquanto você expira, imagine-se a expulsar todas as impurezas passivas do canal lateral esquerdo.   
Ao fazê-lo, você deve visualizar que o ar exalado se torna rosa pálido.
 Isso completa seis das nove purificações.

3. Certifique-se de que sua mão direita está em cima de sua mão esquerda, palmas para cima,  em cima do seu colo. Inspire luz verde em ambas as narinas. 
Imagine-a como um bálsamo de cura movendo-se para baixo pelos canais laterais até alcançar a junção com o canal central na base. 
Na sua expiraçao , visualize essa luz subindo o canal central e a emergir no topo de sua cabeça. 
Ao fazê-lo, imagine todos os problemas e doenças associadas com espíritos negativos, expelidos pelo topo de sua cabeça em forma de fumo preto.

Três rodadas desta prática completam os nove purificações.

Após estas nove purificações, você pode ir para a cama e começar o exercício projetado para colocar seus sonhos em ordem e desencadear a lucidez dos mesmos. 



Faça  uma respiração profunda para regular o fluxo de ar e acalme-se.
Concentre-se em seguida na letra branca "A" , não muito brilhante, no centro do seu corpo. 

O importante é associar a letra em sua mente ao som profundo Ahhh. 
É importante é que quando você visualiza essa letra, o som Ahhh é de imediato associado como se saisse da letra em si.
Pode escrever, ou melhor até, desenhar com a intuição de sua mente,  um "A" num pedaço de papel, colocá-lo na sua frente e olhar para ele por um tempo. 

Nota : É muito útil colocar esse papel, perto de sua cama, quando olha para ele sabe logo a sua função.
Tradicionalmente, a letra é branca.Pode fixar o papel num quadro que coloca  ao nível dos olhos.
Quando você se senta para a prática esse quadro fica na frente de seus olhos.

Feche os olhos e esse "A" aparecerá imediatamente na sua mente.
Concentre-se nessa letra  "A" branca por um tempo.

Você agora vai visualizar que a partir desse  "A" no centro do seu peito,  surge um segundo, e um terceiro e mais outro, que sobem para cima,  até essa cadeia de "A" s se juntar no alto da sua cabeça. 
Então você vai visualizar esses "A" s, voltando para baixo de novo ao seu peito.
Você pode repetir isto muitas vezes até adormecer.
Sempre que tenha dificuldade em sentir a presença do "A", é muito útil e importante fazer esta circulação.
É uma maneira de facilitar a clareza do que vai acontecer quando adormecer.

O ponto mais importante é que antes de cair no sono, tente ter este "A" presente.
Inicialmente, deve ser estar bem definido, depois deixe-se ir, relaxe, mas relaxar não significa deixar cair o  "A" ou  desistir.
Você conserva um senso da sua presença e você relaxa, e assim adormece.

Este exercicio lembra a famosa contagem de carneiros para adormecer.

Como qualquer prática, leva tempo a ser interiorizado e rotinado, mas se você exercer persistência e força de vontade, fica cada vez mais fácil.
O verdadeiro truque, contudo, é a prática, até que todo o processo se torne instintivo. Quando você chegar a esse estágio, você já não precisa de visualizar a letra A, mas basta chamá-la. Uma vez isto alcançado, o símbolo irá persistir sem esforço da sua parte.
Quem adormece assim,  encontra a presença plena do estado de luz natural.
Quem assim adormece, está dormindo com plena consciência.
É aconselhável restabelecer o símbolo A  na mente e vocalizar do fundo esse som "Ahhh" imediatamente após o despertar.
Adormecer com a presença do "A" e acordar de manhã com ele ainda presente é haver passado a noite toda na prática e assim aproveitado bem a longa duraçao da noite e o tempo que se permanece a dormir.

O objetivo final da prática de sonho é os sonhos se tornarem conscientes e após prática prolongada deixarem mesmo de existir e usarmos a prática da noite para influenciar a prática diurna e vice versa.

Nota: 
Usando a letra A mas de cor vermelha na garganta,  constitui uma prática diferente, para melhor lembrar os sonhos com mais clareza mas no nosso caso o que nos interessa é a prática da luz natural e aqui é a letra branca no peito ou coração que usamos.

Outra versão da Prática noturna

Depois de ir para a cama, pratique estes quatro pontos para criar as condições para sonhar lúcido, consciente.

• Dizer a seguinte frase três vezes para lembrá-lo de fortalecer sua determinação para despertar dentro do sonho, em benefício do despertar final de todos os seres: "Possa eu despertar dentro deste sonho e compreender que estou a sonhar, assim como todos os seres da mesma forma possam despertar do pesadelo do sofrimento ilusório e confusão".
Deite-se de lado com as pernas juntas e os joelhos ligeiramente flexionados ( posição fetal).  O braço desse lado fica debaixo da sua cabeça que repousa na sua mão aberta.
Trazendo a atenção para o chakra da garganta, visualize sua energia a sair do do chakra do coração com a respiração e passar para o seu "terceiro olho" ou chakra da testa: o ponto entre as sobrancelhas.
Visualizá-la como uma lua cheia, luminosa atrás de seus olhos. Ir para essa luz.
Visualizar a letra "A" (simbolizando espaço infinito) na superfície da lua.
Observe as imagens que começem a aparecer sobre a esfera de luz atrás de seus olhos.

Prática ao acordar

As seguintes práticas são projetadas para apoiar e reforçar a recordação dos sonhos e facilitar uma transição consciente entre os estados de sonho e de sono e vigília. Ao acordar pela manhã, pratique:

• Ao acordar ainda deitado,  visualize a letra branca A em seu coração e expire 3 vezes com vigor o som "Ahh"
• Sentado na cama com a cabeça levantada e olhar e enfatizando a expiração, repetir o som "Ahh" ao expirar por três vezes.
De pé, levantando as pontas dos dedos para o céu e repetindo 3 vezes a expiração com o som ‘Ahh’.
Entrar em reflexão consciente sobre a transição entre os estados de dormir, sonhar e acordado – entrar no momento presente e gravar os sonhos se assim  o entender. 

Assim, você vai entrar o dia, reconhecendo que todas as coisas são como um sonho, ilusão, fantasia, miragem e assim por diante.

Prática de dia

Se você ainda não domina a lucidez — consciência quando está sonhando — então a principal técnica é  misturar sonhos e visão diurna, assim durante o dia você deve continuamente lembrar-se que tudo é sonho, seja de dia ou de noite, assim o sonho de noite e a consciência de dia são  misturados e quando o sonho surge, instantaneamente está ciente de que é "irreal". 

Se se concentrar durante o dia, imaginando que está vivendo um sonho, então durante a noite o sonho em si também parecerá menos real.

Realização significa verdadeira compreensão do estado de vigília e do estado de sonho, não há diferenças entre os dois, mas uma fluidez entre iguais.  

Durante o dia, pratique estes quatro pontos:

Contemplar o corpo como ilusório e irreal
Contemplar a mente e a atividade mental como da mesma forma sem substância
Sobre o mundo e todos os fenômenos e experiências como  insubstanciais, impermanentes e irreais
Reconhecer a relatividade e as qualidades fugidias, tais como tempo, espaço, conhecimento e consciência

Lembrar estas quatro verdades ao longo de nossas horas de vigília ajuda a dissolver a barreira entre o sonho acordado e o sonho adormecido. Como nos tornamos mais aptos a estas práticas, começamos a considerar nossos sonhos noturnos como continuação do nosso sonho acordado e aprendemos como trazer consciência habitual para ambos.

Aprofundamento de sua prática

Preste muita atenção aos seus sonhos
• Gravar seus sonhos em um diário de sonhos ao acordar todas as manhãs
• Reconhecer padrões, associações, temas e imagens recorrentes
• Contemplar o conteúdo simbólico, arquétipo e significados dos seus sonhos
• Refletir sobre as semelhanças e diferenças entre sonhos de noite, sonhos de dia, devaneios,
fantasias, visões, idéias, projeções e assim por diante
• Acordar durante a noite para reafirmar sua determinação para despertar dentro do sonho e perceber que está sonhando
• Sentar-se na postura de meditação durante o sono para manter a consciência contínua e ao mesmo tempo para  induzir e incubar sonhos lúcidos
• Ter um assistente de sonho à mão para guiá-lo durante o sono, ajudando você a aprender a manter presença consciente durante os sonhos
• Meditar sozinho na escuridão para desenvolver a clareza interior da mente da Clara Luz  -a mente primordial não afetada pela ilusão
• Durante o dia, manter a consciência de que tudo o que você experimenta é como um sonho
• Entoar a frase de determinação de dia e de noite para ajudar a reforçar a sua intenção de despertar dentro do sonho.

Sem comentários:

Enviar um comentário