-- De onde vens e para onde vais ?
-- Venho de Deus na escuridão e para Deus vou na Luz.

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Salmos e seu uso Teúrgico para comunicar com o Plano Divino



  
O que são os Salmos? 

Os Salmos são um dos maiores legados iniciáticos deixados à Humanidade, constituindo-se numa poderosa ferramenta de transformação. 

Foram dados, diz-se,  por um Rei de estirpe divina, o grande David , como uma herança espiritual para toda a posteridade. 

Os Salmos são orações ritmadas, uma espécie de Mantra, que deveriam ser verbalizados ou cantados, partindo do princípio de que os sons de suas palavras são dotados de Poder. 

O som é a mais poderosa expressão do Universo, Deus criou pelo Verbo e que é este Verbo senão a Palavra, o Som verbalizado? 

A ciência oculta dos Mantras, ou Palavras de Força é baseada na lei física da vibração.

Cada objeto e elemento da natureza e a cada criatura orgânica, subumana, humana e super-humana, incluindo as ordens superiores de divindades se associa uma velocidade particular de vibração.

Se tal velocidade é conhecida e formulada como som num Mantra e utilizada com sabedoria, no caso dos seres espirituais, é capaz de forçar as divindades e elementares menores a aparecerem, e as divindades superiores a emitirem telepaticamente sua influência divina em raios de graça.

Os Salmos contém em si diversos Símbolos e Códigos Divinos e acessam diretamente o inconsciente de quem o lê, recita ou canta.

Não se excluindo para os Salmos a sua recitação em forma de leitura, todavia o seu género literário é sobretudo Tehilim, ou seja, “cânticos de louvores”, em grego psalmói, “cânticos acompanhados ao som do psaltério”, ou ainda, orações cantadas acompanhadas de instrumentos musicais.

De facto, todos os Salmos possuem carácter musical que determina o modo como devem ser executados. 
Por isto, mesmo quando o Salmo é recitado sem canto, ou até individualmente e em silêncio, a sua recitação conserva esse carácter musical. 

Os Salmos são parte constituinte da Kabbalah dos hebreus antigos que sabiam de todo o seu poder taumatúrgico e representam, sem dúvida, a Linguagem dos Deuses, dos Adeptos, dos que sabem manejar com a Lei da Evolução. 
São uma poderosíssima ferramenta nas mãos dos Iniciados. 

E que toda a Iniciação Kabalística sendo rigorosamente oral, o seu sentido esotérico deveria ser apanágio exclusivo dos Iniciados.  

Estes jamais poderiam revelar aquilo que lhes foi oferecido ‘de boca a ouvido’. 

Os 150 Salmos estão em conformidade à ordem que devemos seguir para chegarmos à Bem-Aventurança, em conformidade com o progresso que devemos fazer na virtude, porque o Salmo quinquagésimo é o da penitência, o Salmo centésimo é o da misericórdia e do juízo, e o Salmo centésimo quinquagésimo é o do louvor de Deus nos seus santos. 

Salmo 50- Miserere 

Tende piedade de mim, Senhor, segundo a Vossa bondade.  
E conforme a imensidade de Vossa misericórdia, apagai os meus pecados.
Lavai-me totalmente das minhas faltas , e purificai-me de meus pecados. 
Eu reconheço a minha maldade, diante de mim está sempre o meu pecado.
Só contra vós pequei, o que é mau fiz diante de Vós.  
Vossa sentença assim se manifesta justa, e recto o Vosso julgamento.
Nasci na culpa, minha mãe concebeu-me no pecado.
Não obstante, amais a sinceridade de coração.
Infundi-me, pois, a sabedoria no mais íntimo de mim.
Aspergi-me com um ramo de hissope e ficarei puro.
Lavai-me e me tornarei mais branco do que a neve.
Fazei-me ouvir uma palavra de alegria, para que exultem os ossos que triturastes.
Dos meus pecados desviai os olhos, e minhas culpas todas apagai.
Ó meu Deus, criai em mim um coração puro, e renovai-me o espírito de firmeza.
De Vossa face não me rejeiteis, e nem me priveis de Vosso Santo Espírito.
Restituí-me a alegria da salvação, e sustentai-me dando-me um Espirito forte.
Então aos pecadores ensinarei os Vossos caminhos, que assim se converterão.
Senhor, abri meus lábios, a fim de que minha boca anuncie Vossos louvores.
Vós não vos aplacais com sacrifícios rituais; e se eu Vos oferesesse um sacrifício, não o aceitaríeis.
Meu sacrifício, ó Senhor, é um espírito de dor, um coração arrependido e humilhado, ó Deus, que não haveis de desprezar.


Porque os Salmos funcionam?

“Salmo é a Verdade expressa simbolicamente”, os Salmos falam directamente à nossa Essência porque utilizam a Linguagem Universal da Natureza, expressa como linguagem simbólica. 

Esta é a linguagem pela qual o inconsciente colectivo comunica-se com o Ego, ou Eu Interior, através dos sonhos. 
Por isso, todos os rituais estão apoiados em símbolos. 

Os símbolos guardam em si o poder primevo místico e transcendental de algo que não pode ser totalmente elucidado através do intelecto, ou da mente concreta. 

Guardam aspectos que não podem ser esgotados pela mente racional, mas que são alcançados através da Intuição. 

E os Salmos são símbolos vivos que actuam em nossa psique. 

“Os Salmos são uma obra poética carregada de símbolos, por isso valem ainda hoje.

Continuam a ser sublimes, autênticas “salas de símbolos e imaginação”, fonte de expressão para quem os reza.

 

 “Os Salmos, determinam as boas e más tendências de cada um. Indicam o que cada um precisa modificar para destruir as más tendências e exaltar as boas, equilibrando dessa maneira o estado de Consciência individual com a Evolução da Obra, senão, com a sua Consciência Superior. 

Revelam misticamente as questões frágeis de cada um, que merecem ser corrigidas. 

A repetição por muito tempo dos referidos Salmos corrige os referidos defeitos e equilibra-os”.

O poder transformador dos Salmos e de seus Símbolos universais é evocado através do som, pelas suas vibrações. 

Desde sempre que os Iniciados falam a respeito do mistério do som na Manifestação e na Criação Divina: “O som é a grande arma dos homens e dos deuses. 

Em si não é bom nem mau, é o som. 
O seu emprego fasto ou nefasto, depende exclusivamente da vontade do homem”. 

Os Salmos funcionam como uma homeopatia espiritual: recitando-os constantemente estamos vibrando os valores dos mesmos, resultando na transformação da nossa psique. 
A sua recitação deve ser feita em ambiente harmónico, tranquilo, com a pessoa em estado sereno, concentrada naquilo que vai realizar, concentrando-se no poder da sua vontade.
Não há receitas tipo  ‘para tal pergunta-problema-doença, tal Salmo’… cada um deve localizar o assunto do seu interesse e só depois, consciente das virtudes e sobretudo da mensagem contida no Salmo eleito, passe a recitá-lo”. 

Há uma magia contida nos Salmos e estudiosos da Cabala revelam que os Salmos foram elaborados com os valores numéricos de cada uma das 22 letras do Alfabeto Hebraico, dando a cada Salmo um significado oculto por trás de cada palavra e de cada frase.

Em outras palavras, há Poder e Magia ocultos por trás de cada Salmo, quando cada qual traz objetivos e benefícios específicos, que envolvem a cura de todos e quaisquer males. Você pode  usá-los de acordo com as suas necessidades.

Enquanto você recita ou canta os Salmos, cada palavra ativa uma Força Maior que movimenta e direciona as energias ao seu redor para a reorganização de toda a vida naquela direção. 

Para atingir seus objetivos, sugere-se que um mesmo Salmo seja recitado ou cantado por 3, 7 ou 21 dias seguidos, gerando uma Força indescritível na conquista dos seus benefícios.

             
        USO TEÚRGICO DOS SALMOS


Teurgia é o trabalho de comunicação activa entre o Homem e seu Criador, entre o Homem e o plano Divino.

Como o teurgia difere da oração comum, é necessária uma boa preparação preliminar.

1. O operador teúrgico tem o conhecimento de que é um mero instrumento da Divindade. 
    Procura não impor sua própria vontade.
    As operações teúrgicas têm como princípio um profundo conhecimento que Deus é Amor, e deseja o melhor para toda a sua criação, sem excepções.

2.  Toda operação teúrgica é desenvolvida com uma profunda convicção em Deus.
     Qualquer preocupação ou dúvida poderá impedir seriamente a livre corrente de energia. 
     De forma alguma a operação teúrgica deverá ser tentada se alguma dúvida aparecer e não for eliminada sendo deixada de lado, através por exemplo, por um período preliminar de oração, contemplação e meditação.

3. Todo tipo de estimulantes ou intoxicantes, como café, tabaco, vinho, carne e sexo deverão ser evitados por no mínimo 8 horas antes da operação. Muitos insistem em seguir uma total dieta vegetariana.

4. Ambos, teúrgico e local de trabalhos deverão estar num estado purificado, limpo em todos os sentidos.    
   Normalmente, toma-se um duche rápido e veste-se com uma manta ou túnica apropriada para a atividade. 
   Isto tudo ajuda a elevar a vibração interior.

5. O lugar deverá estar perfeitamente limpo e purificado por água e abençoado por incenso.

6. Na abertura deverá o operador estar consciente de pedir ajuda aos Anjos, Santos, Superiores Incógnitos ou àqueles com que tem uma profunda conexão.

7. Uma vida diária de oração, serenidade e calma devem ser especialmente cultivadas, para ajudar a "carregar" a bateria teúrgica. Discursos desnecessários, crítica e fofoca deverão ser reduzidos ao máximo.

10. Os instrumentos teúrgicos como velas, recipientes com óleo abençoado e água sagrada devem ser mantidos em lugar apropriado ou especial, roupas, mantas, túnicas, toalhas de altar, livros sagrados, deverão ser usados e manuseados somente pelo operador.

Nunca se deve tentar praticar as operações teúrgicas de modo frívolo. Além do mais, é necessário estar inteiramente convencido de que os atos trazem benefícios no Plano Divino.

Após a purificação do local, inicia-se com as invocações, o Sinal da Cruz, acende-se uma vela e queima-se um incenso.

Os salmos são ditos vagarosamente e com consciência.

Após um breve período de meditação e agradecimentos, apaga-se a vela e diz-se "Amém" o que significa "selado na confiança".

Outro ato importante é a ação da extinção da Luz, que jamais deve ser feita com um sopro ou com o auxilio dos dedos, deve-se utilizar um abafador de velas, desta forma a Luz se extingue pela ausência de oxigênio, diferente de ser apagada por um ato de força ou de agressão. Embora simples estes cuidados são fundamentais para se conservar com o devido respeito o símbolo do Criador entre nós.

É aconselhado beber um copo de agua , retornar ao local , guardar tudo o que foi usado, e só depois voltar aos afazeres diários.

Sem comentários:

Enviar um comentário