-- De onde vens e para onde vais ?
-- Venho de Deus na escuridão e para Deus vou na Luz.

sábado, 25 de janeiro de 2014

Como diferem homens e anjos?




 Como diferem homens e anjos?
Epistola das Luzes de Ibn Arabi


O homem actua em dois planos, neste mundo e no Outro, e possui em cada um deles, através da sua capacidade imaginal, a possibilidade de transformar as propriedades intrinsecas desse plano.

Assim o Homem na forma fisica  (o seu plano enquanto vive) consegue assumir formas imaginais diferentes das suas ( o que são as mudanças de atitude, de personalidade?),  enquanto o anjo no ‘seu’ plano não pode ’mudar’ para ‘outro’ anjo.

O Anjo Gabriel mostrou a sua capacidade de se mostrar fora do seu plano, ao descer à terra, como um homem, mas nunca se ouviu dizer que junto aos outros anjos no seu plano espiritual se tenha mostrado como um ‘outro’ anjo, como o Anjo Miguel por exemplo, em seu plano o Anjo Gabriel é e sempre será o Anjo Gabriel. 

Mas o homem pode e consegue ser um ‘outro’ homem no plano fisico e consegue ser um ‘outro’ Espirito, na forma do Anjo que quiser no plano espiritual, pelo poder de auto-transformação que tem dentro de si outorgado pelo Criador. 

Ao homem foi dado o poder de se manifestar tanto neste mundo como no Outro, em que assumirá a forma que quiser.
‘ A esta criação foi dada a receptibilidade de qualquer forma’.

Este poder reside na própria raiz do ser humano, mas nem todos alcançam o conhecimento directo dessa raiz, pela dificuldade em o alcançar, daí, apesar de em todos haver raiz, uns fazem-na crescer e outros não,  uns poucos são escolhidos, ‘eleitos’, os restantes se perdem ao se afastarem da raiz.

Quando o homem ‘abre os olhos’ e aprende, por revelação divina, por Graça, que a sua raiz e realidade é de modo a receber formas, deve esforçar-se por adquirir algo, pelo qual possa atingir o Conhecimento real da situação. 

E quando lhe for dada a abertura nisso, pode manifestar-se no mundo visivel em qualquer das suas formas que queira, e pode manifestar-se no mundo invisivel do Reino celeste, em qualquer forma que queira.




Esta a grande diferença entre homens e anjos e daí o estatuto do homem junto ao Criador ser mais elevado que o dos anjos.


Esta diferença faz com que os homens que evoluem espiritualmente (se espiritualizam) e se manifestam aos seres espirituais do mundo invisivel, eles reconhecem que é um corpo que se espiritualizou. 
Mas quando as pessoas do mundo visivel vêm um espirito corporificado (seja um Anjo que se manifesta como um homem ou um Cristo na terra) , não o reconhecem logo como espirito que se corporizou, até serem informados disso (ganharem disso conhecimento pela sua procura pessoal).

Todos os Anjos reconhecem o ser humano quando este se espiritualiza e se manifesta entre eles na forma de um deles ou noutra forma nunca antes por eles vista.

Nisso são superiores ao homem, que não reconhece os anjos quando estes descem á terra.

Mas os anjos estão privados de se manifestarem no seu mundo na forma de outro anjo, enquanto nós, se possuirmos tal estação (evolução espiritual), aparecemos no nosso mundo na forma de um outro nosso semelhante. 

Glorificado seja o Omnisciente, o Sábio, o Determinador das coisas e que é Poderoso sobre elas! Não há Deus senão Ele, o Omnisciente, O Todo-Poderoso!


 
Os anjos honram e contemplam Deus pela eternidade, o homem teve de vir á terra para o fazer ‘de uma outra maneira’ e essa vinda fá-lo ‘subir=regressar’ à Casa donde saiu mais Homem, mais ‘consciente’ dos perigos de não o fazer e da Paz encontrada ao fazê-lo.   


Conta-se uma história de um adepto da Iluminação que foi visitar um Mestre e este falou-lhe no Amor. 
As palavras do Mestre fizeram com que o adepto, ao interiorizá-las fosse se liquefazendo fisicamente, atá ficar reduzido a uma poça de água diante do Mestre.  
Os amigos do adepto, após muito tempo passado, como não o viam sair, entraram na casa do Mestre mas não viram o seu amigo.

-- Onde está o nosso amigo ?
-- Está aí á vosssa frente, é essa poça de água. Vejam como ele voltou à raiz do que havia sido criado! Soubesse eu onde foram essas partes!


Sem comentários:

Enviar um comentário