-- De onde vens e para onde vais ?
-- Venho de Deus na escuridão e para Deus vou na Luz.

terça-feira, 21 de Maio de 2013

A Borboleta e a vela, o homem e Deus






A Borboleta e a vela, o homem e Deus

A borboleta que se tornou amante da chama,
tem por alimento, enquanto está distante,
a luz dessa aurora.
É o sinal do desejo.
Mas é preciso continuar a voar até lá chegar próximo.
Quando lá chega perto não é ela a avançar 
mas a chama que avança para ela.
Deixa a chama de ser o alimento dela,
é ela que se torna o alimento da chama.
Num instante fugitivo a borboleta torna-se no seu próprio amante
e na sua própria Perfeição.

Ahmad Ghazzali ' Sawanih' 


Na mistica sufi, os 3 graus de certeza e os 3 instantes de proximidade da borboleta com a vela.

'elm', quando a borboleta vê a chama.
'ayn' , quando a borboleta se aproxima e sente o calor.
'haqq' quando a borboleta mergulha na chama e se aniquila.

 'Tawasin' - Hallaj 


Se o amante se lança na chama da vela e não se queima,
ou a vela não é vela ou o homem não é Homem,
Assim o homem que não é enamorado de Deus 
e que não faz esforços para O alcançar não é Homem.
Deus é aquele que queima o homem e o aniquila
e nenhuma razão o pode compreender.

Mawlana Rumi - ' Fihi ma fihi'  
 

Sem comentários:

Enviar um comentário